Duchess Says

posts e barra lateral

Em Montreal, no Canadá francófono, surge no ano de 2003 um quarteto que se descreve como praticando "moog rock": Duchess Says. No fundo, electro-indie-punk (ou qualquer coisa do assim parecida...).
Na sua formação contam com Simon Besre (precursões, bateria e sons manhosos), Philippe Clément (guitarra, baixo e feedbacks), Ismael Tremblay (teclas , guitarra e programações), tendo com à frente a enérgica e imparável Anne-Claude Deschênes (voz e guitarra). As suas actuações primam pela intensidade e por decorrerem muitas vezes em locais pouco habituais (e.g. campos de golfe ou montras de lojas).
Contam no seu historial com 1 albúm de estúdio e 4 EPs. No ano de 2009, lançaram dois EPs, Begging the 3 Ts e Fire Baptized Species, o qual está disponível para audição na net. Nesse mesmo ano viajaram pelo Reino Unido com Yeah Yeah Yeahs, abrindo os espectáculos destes.

Em Janeiro de 2009, realizaram uma sessão ao vivo para a rádio Band à Part, onde rubricaram uma excelente prestação e que inclui o tema abaixo:



bailaricos ( 1 )

Marnie Stern

posts

Já a bordo, descem-se as escadas para a sala de espectáculos, o porão do Thekla. O cheiro a cerveja derramada e a suor destilado manifesta-se. As noites de certo que são animadas e não há tempo suficiente para arejar o barco.
Ao fundo o palco, um metro acima do nível da plateia. Cerveja na mão e ala para junto do palco.

Início de espectáculo, não sem um qualquer problema de munição de palco. Nada que abale a boa disposição e expectativa. Marnie Stern começa começa o seu recital de virtuosismo e técnica através da sua guitarra. Não um dedilhar inconsequente e bacoco, um rendilhar que constrói uma teia de emoções sonoras. Uma delícia para os ouvidos. O público entrega-se. A artista interage com ele.


45 minutos depois tudo termina mas fossem outros 45 e ninguém teria parado de se embalar pela guitarra empunhada por Marnie.

Durante a hora e meia anterior Strange Billy the Saint & Bernadette Pike e The Agitator haviam muito competentemente pré-aquecido a audiência.


bailaricos ( 1 )

The Simple Truth

posts e barra



Photobucket


bailaricos ( 0 )

Tulsa - Seguramente me lo merezco

posts e barra lateral




bailaricos ( 0 )

Capsula

posts e barra lateral

De novo em deambulações internéticas para dar com algo que me deixou com vontade de ir por aí rocando. Derramando energia e intensidade por todos os poros.

Formados em Buenos Aires algures no final dos anos 90 do século passado, os Capsula contam já com 7 álbuns. Os dois últimos foram lançados em 2009, Rising Mountain e Ivan Julian & Capsula - The Naked Flame. Estão de actualmente sedeados em Bilbao, no País Basco espanhol.
Na sua formação conta com Martin Guevara, enérgico e intenso guitarrista e vocalista. A bateria é comandada por Ignacio Villajero. Coni Duchess, com a sua franjinha e cheia de atitude domina a guitarra-baixo.

Capsula,Capsula

As suas actuações são tidas como muito agitadas com as guitarradas a correrem incansáveis perante o vincado poder da secção rítmica, em especial do omnipresente baixo.
Terminaram ontem a sua mini-digressão de 3 datas por Protugal e seguem agora para umas quantas datas do outro lado da fronteira. As apreciações são muito positivas. Muito suor e muito roque.

Fiquemos então com Still in the Way e Magnetic Brain.



bailaricos ( 3 )

Beast Make Bomb

posts

Photobucket

Anda aí um burburinho bom e os culpados são os Beast Make Bomb.

Estes 4 catraios nova-iorquinos preparam-se para lançar o seu EP de estreia, Skinny Legs, no próximo dia 5 de Setembro e há já alguma expectativa de que possam fazer coisas bem "monitas" se continuarem no bom caminho.

Rewind é o single de estreia.




bailaricos ( 2 )